Rio de Janeiro

Rio de Janeiro, Brasil – América do Sul

ESTADO DO RIO DE JANEIRO

Esta localizada na parte leste da região Sudeste. Sua capital é a cidade do Rio de Janeiro.

Os municípios mais importantes são: Rio de Janeiro, Nova Iguaçu, Niterói, Duque de Caxias, Campos, Macaé, São Gonçalo, São João de Meriti e Volta Redonda. Paraíba do Sul, Macaé, Guandu, Piraí e Muriaé são os rios principais e o clima é tropical, quente no litoral, mas mais ameno nas regiões montanhosas.

O estado do Rio de Janeiro é o maior produtor de petróleo e gás natural de todo o Brasil. E tem é a maior segunda economia de todo o Brasil (somente São Paulo tem a economia maior do que a do Rio de janeiro).

Uma das atividades econômicas mais destacadas do estado é o turismo. O fluxo turístico mais importante é direcionado para a capital do estado, por suas praias (Leme, Copacabana, Leblon, Ipanema, Barra da Tijuca), pelo Cristo Redentor e pelo Pão de Açúcar.

No sul do estado Paraty com a sua arquitetura colonial, Angra dos Reis com suas Ilhas e Ilha Grande são os destaques. Para o norte do estado são muito procuradas as praias da região do Lagos, como Búzios e Cabo Frio. A região Serrana conta com Teresópolis, Petrópolis, Nova Friburgo, a Vila Visconde de Mauá, no município de Resende e Penedo no município de Itatiaia como refúgios do inverno para aproveitar o frio.

CIDADE RIO DE JANEIRO

É a segunda maior cidade do Brasil, conhecida como “Cidade Maravilhosa” conhecida pela beleza de suas praias e montanhas, alem de ser um grande polo de turismo cultural, contemplados por museus, teatros, casas de espetáculos. É o destino mais solicitado pelos estrangeiros que visitam o Brasil a lazer e o segundo localizado em turismo de negócios e eventos. A cidade também alberga  a maior floresta urbana do mundo, no Parque Estadual Pedra Branca.

O Cristo Redentor eleito uma das sete maravilhas do mundo moderno, o morro do Pão de Açúcar (com seu famoso teleférico), a Lagoa Rodrigo de Freitas, as praias de Copacabana, Ipanema e Barra da Tijuca, a floresta da Tijuca, a Quinta da Boa Vista, o Jardim Botânico, o Largo do Boticário, Cinelândia e o Estádio do Maracanã estão entre os principais pontos turísticos. Entre os maiores eventos do calendário carioca se destacam: o carnaval, o Festival Nacional de Cinema, Amostra de filme livre, a Bienal do Livro, o Fashion Rio, o Anima Mundi e o Ano Novo na praia de Copacabana. Em relação aos pontos de referencia do turismo cultural, podemos mencionar, entre tantos, o Museu Histórico Nacional, Museu de Belas Artes, o MAM, o Real Gabinete Português de Leitura, o Palácio do Catete e o Teatro Municipal do Rio de Janeiro.

Atrativos de Rio de Janeiro

Carnaval do Rio de Janeiro

Dentre todos os carnavais do mundo, sem duvida o carnaval do Rio de Janeiro é o mais popular e conhecido mundialmente. O carnaval começa em todo o Brasil 40 dias antes da páscoa todos os anos e o carnaval do Rio de Janeiro começa na noite de quinta-feira, quando o prefeito entrega a chave da cidade nas mãos do Rei Momo. São cinco dias de festa ininterrupta, ate a quarta-feira de cinzas. É uma festa muito alegre onde participam os cariocas e os turistas.

O evento principal do show é a competição entre as escolas de samba, que lutam pelo premio Maximo do carnaval. Estas escolas trabalham e se preparam durante todo o ano para a sua participação e tem um investimento de mais de 30 milhões de dólares cobrindo desde os carros alegóricos ate as roupas de seus bailarinos.

As escolas mais renomadas são: Beija-flor, Portela, Mocidade Independente de Padre Miguel, Acadêmicos do Salgueiro, Unidos de Vila Isabel e Estação Primeira de Mangueira.

Para conquistar o titulo de campeão, as escolas desfilam no sambódromo da Marquez de Sapucaí, que tem capacidade para aproximadamente 70 mil pessoas. Em cada escola participam cerca de 5.000 pessoas cantando e dançando no ritmo das baterias (banda de 300 musico) cantores e animadores que animam o publico para obter a maior pontuação para a classificação final.

A banda é qualificada pela qualidade de interpretação, pelo deslocamento, pelas pausas e paradas e seu retorno ao ritmo normal do desfile.

O carnaval não é apenas o desfile das escolas de samba, o carnaval pode ser sentido e vibrado em todas as ruas do Rio de Janeiro, onde varias bandas e grupos de admiradores formam danças populares, desfiles e concursos que premiam a criatividade. Entre os desfiles alternativo do carnaval carioca destacam se os blocos, representações do carnaval popular no Brasil. É formado por pessoas que se veste de acordo com certos temas ou comemoram o carnaval de forma especifica, circulam pela Avenida Rio Branco, uma das principais artérias da cidade. Todos os bairros têm seus blocos, os mais famosos são os de Ipanema, Copacabana, Leblon, Lagoa e Jardim Botânico.

Morro de Corcovado & Cristo Redentor

Com mais de 710 metros de altura, o Corcovado está localizado no Parque Nacional da Tijuca, daqui é possível apreciar uma das mais belas vistas da cidade como a Lagoa Rodrigo de Freitas, Ipanema, Gávea e o Pão de Açúcar. Lá está a estátua do Cristo Redentor com 30m de altura, mais 8m de base do monumento onde há uma capela sob a invocação de Aparecida, Padroeira do Brasil.

Há dois acessos ao monumento: de vans ou de trem. A subida de trenzinho leva 20 min., permite conhecer a Estrada de Ferro do Corcovado, inaugurada por D. Pedro II em 1884 é um passeio ecológico, o trem atravessa a maior floresta urbana do mundo, o Parque Nacional da Tijuca, um pedaço da chamada Mata Atlântica, considerada um exemplo de conservação da natureza.

Morro do pão de açúcar

O morro do Pão de Açúcar é uma formação rochosa situada no bairro da Urca. Um dos cartões-postais mais visitados do Rio de Janeiro oferece uma visão de 360º da Cidade Maravilhosa. O percurso de 1.263 metros, feitos em seis minutos, ocorre em duas etapas. Na primeira, o bondinho envidraçado leva os visitantes até o Morro da Urca (220 metros).

O local oferece restaurante, bares, lanchonete, loja de suvenires e anfiteatro com arquibancada para 700 pessoas. De seu mirante, pode-se avistar a Baía de Guanabara.

Um segundo teleférico leva até o Pão de Açúcar (396 metros), de onde se podem ver diversas praias do Rio e da cidade vizinha, Niterói.

Arcos da lapa

Além da beleza da arquitetura, desde 1896 funciona como viaduto para os bondinhos de Santa Teresa, considerada como a obra arquitetônica de maior porte empreendida no Brasil durante o período colonial.

Jardim botânico

Um dos mais belos jardins da cidade, o Jardim Botânico, tem como principal atração às palmeiras imperiais, semeadas pelo Príncipe-Regente D. João VI, em 1809. Seus 41 hectares abrigam alguns dos principais exemplares da flora brasileira e mundial, são orquídeas, vitórias-régias, bromélias, flamboyants, vasta folhagem tropical e árvores seculares. Este é o lugar preferido dos estudiosos, dos amantes da natureza, dos namorados e de todos aqueles que procuram tranquilidade e paz.

O parque abriga ainda o jardim sensorial, feito especialmente para pessoas portadoras de deficiência visual, tendo também inscrições em braile e plantas selecionadas que podem ser tocadas.

Parque Lage

O Parque Lage é uma grande área verde do Rio de Janeiro, com um belo palacete ao centro. Os jardins frontais são gramados e os laterais compostos de imensa floresta entremeada por plantas e flores, por onde se passeia por caminhos pitorescos, passando por uma pequena ponte, ala de palmeiras e até um aquário em forma de pequena caverna.

Parque Natural do Penhasco dois Irmãos

O parque, acessível pelo Alto Leblon, abriga três mirantes que reúnem na mesma paisagem alguns dos principais cartões-postais cariocas: Lagoa Rodrigo de Freitas, Jardim Botânico, Corcovado e as praias do Leblon e de Ipanema.

Lagoa Rodrigo da Freitas

A Lagoa Rodrigo de Freitas impressiona pelo pôr do sol e o reflexo dourado em suas águas plácidas e silenciosas, tornando-se um grande ponto de encontro. Unida ao mar pelo canal do Jardim de Alah, entre Ipanema e Leblon, sua orla abriga parques, quadras de esportes, rinque de patinação, pista para caminhadas e corrida, ciclovia, pedalinho e um centro gastronômico distribuído por quiosques que oferecem de comida alemã a japonesa, além de música ao vivo a partir do anoitecer.

Museu de arte moderno (MAM)

O Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro é uma das mais importantes instituições culturais do Brasil, localiza-se no Parque do Flamengo, próximo ao Aeroporto Santos Dumont. Atualmente, o MAM possui uma coleção com cerca de 1.700 obras, entre pinturas, esculturas e gravuras de artistas brasileiros e estrangeiros, além de uma biblioteca especializada em artes e uma importante cinemateca, onde acontecem as mostras mais concorridas da cidade.

Largo do boticário

É uma relíquia arquitetônica e cultural, cercado de matas, com um belo casario que alude ao século 19, o lugar tem aspecto de vilarejo. Seu nome vem do fato de o boticário da família imperial, Joaquim Luís da Silva Souto, ter residido no local.

O espaço caracteriza-se por sua exuberante vegetação de Mata Atlântica e pelos casarões em estilo neocolonial.

Centro cultural Banco do Brasil

O Centro Cultural Banco do Brasil ocupa o número 66 da Rua Primeiro de Março, no centro da cidade do Rio, reside em um prédio de linhas neoclássicas que, no passado, esteve ligado às finanças e aos negócios. Desde o fim da década de 80, se tornou um centro cultural multimídia.

Museu do banco do Brasil

Inaugurado em 1955, o museu possui uma importante coleção numismática formada por cerca de 38.000 peças entre moedas, medalhas, cédulas e outros valores impressos nacionais e estrangeiros. No acervo destacam-se raros exemplares das moedas obsidionais cunhadas pelos holandeses no Recife no século 17 e a moeda em ouro de 1822, lançada para comemorar a coroação de D. Pedro I e hoje considerada a mais valiosa da numismática brasileira.

O Museu preserva também uma curiosa coleção de antigos utensílios de escritório, tais como telefones, máquinas de escrever e calcular, carimbos e variados objetos, além de peças de mobiliário utilizadas em antigas dependências do banco.

Conta ainda com algumas obras em pintura, gravura e escultura relacionadas com a história do banco, destacando-se a coleção iconográfica de D. João VI e sua época, com 45 peças, entre óleos, gravuras, desenhos e objetos diversos ligados à figura do fundador da instituição.

Favelas Rio de Janeiro

São assentamentos irregulares conhecidos no Brasil como Favelas, muitas delas localizadas em plenas zonas turísticas sendo as mais conhecidas: Rocinha, Pavão-Pavãozinho, Vidigal e Dona Marta na zona Sul da cidade, assim como Cidade de Deus, Cidade Nova na zona Oeste, Complexo do Alemão e Complexo da Maré na zona Norte.

O Turismo na Favela permite aos visitantes ver de perto o modo de vida, a cultura diversificada e o desenvolvimento social e sustentável das pessoas que moram nas comunidades carentes do Rio.

Atualmente se podem visitar algumas das favelas do Rio de Janeiro como Rocinha e Providencia e ultimamente Complexo do Alemão que se pode visitar através de um teleférico que sai da estação de Bom Sucesso para a favela de Palmeiras um passeio interessante de 15 minutos em pequenas cabines que transportam cerca de 6 a 8 pessoas.

O teleférico vai fazendo paradas em varias estações, a ultima estação é palmeiras, aqui o desembarque é obrigatório, pode voltar no mesmo momento, mas é interessante tirar fotos, comprar artesanatos, beber uma água, um guaraná ou comer uma boa empada nos quiosques que estão ao lado da estação do teleférico.

Parque Nacional da Tijuca

Criado em 1961, ocupa uma área de 3.330 hectares de floresta é um fragmento do bioma da Mata Atlântica e parte integrante da reserva da biosfera do Rio de Janeiro. Recebe mais de dois milhões de visitantes por ano.

Desempenha um papel fundamental para a cidade, por que impede a erosão das encostas, evita inundações e deslizamentos, reduze a contaminação atmosférica, mantendo as fontes de água que abastecem a cidade, contribuindo para a reconstrução e qualidade de vida dos habitantes, alem de preservar a mensagem e promover o turismo. A preservação do parque esta diretamente associada ao bem-estar, saúde e riqueza da cidade, sendo talvez seu patrimônio mais precioso.

Em 1991 o parque foi declarado Reserva da Biosfera pela UNESCO. Dividi se fisicamente em três setores: o setor A que abrange a Floresta da Tijuca; o setor B onde se encontra a montanha da Carioca, a rocha do Corcovado e área chamada Vista Chinesa; no setor C estão os lugares conhecidos como Pedra Bonita, Agulhinha da Gávea e Pedra da Gávea. As características do parque, sempre competindo com a cidade, originam claras dificuldades para as autoridades que lutam constantemente contra as ocupações ilegais nas áreas protegidas.

Através dos anos o Parque da Tijuca converteu-se em uma importante área de lazer, esportes de aventura e contemplação da natureza.

Praias do Rio de Janeiro

Praia Copacabana

A Praia de Copacabana localiza-se no bairro de Copacabana, na Zona Sul da cidade, considerada uma das praias mais famosas do mundo, é carinhosamente apelidada de “Princesinha do Mar”.

Possui um emblemático calçadão no qual estão desenhadas as ondas do mar nas cores preto e branco, e destaquem-se também as dezenas de quiosques confortáveis à beira-mar, além do famoso Réveillon onde toneladas de fogos de artifício colorem os céus de Copacabana para saudar o Ano Novo.

Praia de Ipanema

Ipanema é um dos bairros mais charmosos do Rio, o bairro é elegante e moderno, onde é possível encontrar grandes variedades de cafés, restaurantes, luxuosas butiques e as melhores discotecas do Brasil, faz fronteira com os bairros de Copacabana, Leblon e Lagoa Rodrigo de Freitas. O Pôr do Sol em Ipanema é um espetáculo que reúne espectadores desde a pedra do Arpoador até o Leblon.

Uma das praias mais populares é conhecida internacionalmente como destino turístico gay.

Praia de Barra da Tijuca

É a maior praia do estado do Rio de Janeiro, com dezoito quilômetros de comprimento, destaque-se pelo mar com águas claras e verdes e a areia fina e branca; além disso, tem bons trechos para a prática de diversos esportes e surfe.

Um dos pontos mais famosos é a Barraca do Pepe, que oferece sanduíches naturais, salgados integrais, sucos de frutas e açaí, além de outros produtos relacionados a um conceito de uma alimentação saudável.

NITEROI

Localizada a 21 km do Rio de Janeiro, uma cidade de belas praias e fortalezas históricas como a Fortaleza de Santa Cruz.

É um dos principais centros financeiros, comerciais e industriais do Rio de Janeiro.

Chega-se a Niterói atravessando a ponte Rio-Niterói, que também dá acesso a outras cidades como Búzios e Cabo Frio conhecido como Região dos Lagos.

Atrativos Turísticos

Museu de arte contemporâneo (MAC)

O cartão postal da cidade de Niterói uma obra arquitetônica que impressiona por suas formas arquitetônicas desenhada por Oscar Niemeyer, que trabalhou com tipologias já exploradas.

Esta localizada no alto do Mirante da Boa Viagem com uma vista privilegiada da Baia da Guanabara, O Museu da Arte Contemporânea inaugurado em 1996, abriga um acervo cultural com mais de 1200 obras do colecionador João Sattamini, conta com um auditório, uma biblioteca com 4 mil documentos sobre a arte moderna contemporânea.

Fortaleza de Santa Cruz

La Fortaleza de Santa Cruz tem un área construída de tem um área construída de 7.153 m2,  foi construída com o objetivo de proteger o embarque de ouro de Minas Gerais  que se realizava no Rio de Janeiro. A fortaleza de Santa Cruz participou em momentos importantes na historia de Brasil, impedindo as invasões francesas y holandesas.